terça-feira, 26 de outubro de 2010

Pensar! Agir!


CIMEIRA DA TRAMAÇÃO



CIMEIRA DA TRAMAÇÃO DO POVO 0 ou 1? O diabo já sabe,

será 1.


CIMEIRA DA SALVAÇÃO DO POVO, ONDE PÁRA? Não há esquerda unida, haverá POVO UNIDO para NÃO SER VENCIDO? O Povo pontuará 0 por falta de comparência?

Mas será que houve um engano na história, afinal, o 25 de Abril 74 aconteceu na França, ou na Grécia e em Portugal só houve inquisição, salazarismo?

Mas, em Portugal houve Machado dos Santos, Salgueiro Maia, Outubro e Abril, de certeza.



PORTUGAL, PORTUGUESES, porque fizeram deste país um jardim de mortos- vivos?



QUEM NOS TRAMOU: o DNA, a História, ou as LIDERANÇAS POLÍTICAS?

PORTUGAL! PORTUGAL! PORTUGUESES!

Amigas e amigos é preciso à esquerda exigir aos lideres que digam para onde querem que isto descambe, ou não, e, então o que fazer?

Quando em 24 Novembro o pessoal se mexer as contas de judas já estão todas feitas.

Mas o pessoal já fez contas à vida: menos vencimento, mais IVA, mais IRS, menos e pior saúde e educação, mais taxas para os bancos, mais riqueza para os banqueiros, mais dificuldades não para comprar plasmas, mas pão, peixe, batatas, remédios , luz, água etc?

Será este o único caminho? Não é, e, então, onde está um orçamento alternativo da esquerda com as contas todas feitas? Porque não o fazem? Dá trabalho e vai para o caixote. Sim, e depois. Mas o país fica a saber que há outras políticas económicas e sociais quantificáveis e credíveis.

Pessoalmente tenho, a nível profissional, como técnico, feito estudos que têm esse destino, mas foram feitos, às vezes décadas depois adoptam medidas já propostas. Infelizmente não posso andar para aí a publicar o que faço, mas os partidos podem. Porque não o fazem? Porque não criam gabinetes de estudo, em vez de só terem departamentos de informação e propaganda.

É preciso trabalhar no muito, muito, duro, mas sem esse trabalho, com metáforas só acordam os que estão acordados, isto é, os militantes, os outros assobiam para o lado, até que o desemprego lhes bata à porta, depois entram em depressão, e passam a mortos-mortos.

É preciso surpreender os mortos-vivos, os escravos e os cangados, se não isto passa a mortos-mortos, com 200 a 300 mil a remarem, remarem, para o meio do furacão, mas 9. 700.000 ficam na praia. O heroísmo é importante, mas é preciso muito, muito, muito mais.

andrade da silva

4 comentários:

Marília Gonçalves disse...

Companheiro Andrade Silva

Com o Alerta ao tsunami politico-económico que se prepara a arrastar a maioria da população, a mais fraca,
não é por falta de Alertas da parte de tantos que vêm dando seu tempo e suas vidas para lembrar ao povo o que ele parece não querer ver
Nos continuamos nosso serviço de meteorologia social, os que forem apanhados pela falsa maré de que há apesar de tudo tantos vestígios,
serão os coitadinhos... não tiveram sorte!
Tiveram sorte sim senhor de ter uns quantos milhares de gente com sentimentos e pensamento claro que viveu a avisa-los antecipadamente
Do mal que vos possa advir, e a nós também, porque um País é uma colectividade, não serão remorsos que nos afligirão, mas um profundo desgosto, pele Portugal que amamos
e por todos os surdos que não nos quiseram escutar!
Atentem os lobos estão vestidos de cordeiros e andam passeando entre vós sorridentes
Despertem! o tempo vai faltando!
Povo tudo está nas tuas mãos!
Desperta
convosco
Marília

andrade da silva disse...

Marilia

De facto posso lamentar de falar para tão poucos e talvez desses poucos não propagarem estas pequenas ondas, mas sentimento de culpa por não ter cumprido o meu dever de cidadão e de militar de Abril não, nunca. Fiz o que podia, logo, o que devia, mais não posso fazer, até porque muitos não o desejam, como é obvio, visível e notório. Enquanto ladrar no quintal não mordo.


Também não sou responsável por este descalabro consumista, apesar da sua utilidade ainda nem sequer tenho uma TV de plasma, tenho um TM nokia da 1º geração com memória para 6 mensagens. Só devo a casa ao banco, e ainda porque por acidentes da vida tive da recomprá-la, de resto devo ao banco 0 euros e venho a alertar para esta atitude de cigarra desde 1995, era 1º Ministro Cavaco da Silva, logo sinto-me injustiçado por pagar a loucura consumista da quase totalidade da população, de 75% da população, por isso, o também estarem tão quedos. Só que os mais culpados serão 10%- os banqueiros e os muito ricos e mais 15% dos seus cães de fila.
Abraço
asilva

José Manuel Pires disse...

OBRIGADO PELO VOSSO TRABALHO !

E, COM OS VALORES e PRINCÍPIOS do HOMEM Salgueiro Maia, LUTEMOS TODOS PELOS VALORES DO SER HUMANO e PELOS VALORES DO 25 de ABRIL de 1974

http://josepiresapresidencia.blogspot.com

Um abraço LIVRE de um HOMEM LIVRE !

Zé Pires - Ericeira

ze.pires.ericeira@gmail.com

andrade da silva disse...

Jose Pires

abraço
asilva