terça-feira, 5 de abril de 2016

SALGUEIRO MAIA PRESENTE!



Nota;5 de Abril de 2011
                                                   SALGUEIRO MAIA

Associo-me à homenagem a Salgueiro Maia, que partilho.

Em 1973 conspirei na casa do Salgueiro Maia em representação da Escola Prática de artilharia, Vendas Novas, unidade designada tipo A, forte, a partir de Setembro 1973, com a missão especifica de mudar o rumo da guerra de África e a politica interna, foi uma experiência deslumbrante para quem como eu tinha então 25 anos.


Considero que Salgueiro Maia, o, então, Tenente Assunção, por terem enfrentado os carros de combate de cavalaria 7 e o Alf. Sotto Mayor e o cabo apontador José Costa( em 2011 o seu nome não era conhecido)  por não terem disparado sobre o Salgueiro Maia, os heróis individuais deste dia, muitos outros tomaram decisões muito difíceis, nomeadamente o assalto aos gabinetes dos comandantes que podiam estarem armados, suspeitava-se até que tivessem, mas aí seria uma coisa mano a mano, o primeiro a disparar seria salvo, agora contra uma bizarra de ferro pouco se pode.

Como Salgueiro Maia quase nenhum de nós ganhou o quer que seja, pagamos, sim, cara essa ousadia, fomos considerados como párias pelos burgueses da direita, pelos fascistas que venceram a democracia, para os dirigentes de esquerda somos figuras de retórica que dá jeito referir como capitães de Abril, na instituição militar tivemos processos atrás de processos, prisões e preterições nas promoções, poucos beneficiaram e estes filiaram-se ou tornaram-se muito, muito, simpatizantes dos partidos, os outros foram lançados aos leões.

Mas de tudo restou e sempre se manteve o amor do povo simples e dos que sofreram na pela as agruras do fascismo e que sabem bem que sem o 25 de Abril, NINGUÈM, MESMO NINGUÈM pode garantir, como o regime ia evoluir, dado que em 73 a ANP, Marcelo Caetano, Rui Patrício e Américo Tomás declaravam a força e a perenidade do regime, como claramente o provam os editoriais do jornal do comércio de 1970-73.

abraço de alvorada

andrade da silva



Cabo José Alves Costa



Sem comentários: