segunda-feira, 4 de julho de 2016

DAESH UM TUDO OU UM NADA?





Apresentei na Tertúlia da Gandaia, Caparica, em 21 Junho 2016, a versão de uma pós graduação, englobando a visão de cidadãos militares e civis do Instituto Universitário Militar, Universidade Nova e Instituto Diplomático, num painel ,por sinal, divergente e complementar, segundo o qual , O DAESH seria:

a-Apoiado e, muito, pela Arábia Saudita, "amicíssima" dos EUA e, como tal, está irremediavelmente condenado quando os seus amigos o não apoiarem;

b- o DAESH pratica uma guerra subversiva perigosa pelo que tem de ser combatido de um modo multidimensional em termos de estratégia militar, politica, social, económica e tecnológica, mas, sobretudo, é de usar a estratégia geohumana- mais que canhões a intervenção social e humanitária nos países origens destes conflitos, como o general americano Patraeus propus em 2007, e , entre nós, outros o secundaram, but....

c- a realidade geopolítica, estratégica e diplomática é complexa e perigosa que pode acabar num conflito de grandes dimensões, se a Rússia e, ou a China forem consideradas, ou forem realmente uma ameaça à hegemonia unipolar dos EUA, o que, a Rússia cada vez menos aceita...logo.. e, neste complexo jogo com diversas mesas com os jogadores a jogarem em várias ao mesmo tempo, não pode ser esquecido o conflito latente entre o Irão -Arábia Saudita e, também, os demais actores/autores a Síria, Turquia, Líbia e Israel. O desastroso produto final da tal chamada Primavera árabe, de que por cá alguns, poucos, falaram em contramão ao devaneio de muitos (... but... ) tem de ser considerado, quanto às consequências negativas, mas também à semente para a libertação da mulher de efeitos que só o futuro plenamente revelará.

Entretanto, muitos acontecimentos têm tido lugar, sobretudo ao nível da estratégia militar com pesadas derrotas para o DAESH, mas como foi defendido o mais importante será combater a ideia milenária associada a este DAESH e a todos os que lhe sucederão até à procurada vitória da IDEIA DO CALIFADO, ideia de poder em que a religião e o terrorismo são usados como meros instrumentos. e, interessa que todos compreendam que nesta guerra as principais vítimas são os MUÇULMANOS e não outros, e , também será preciso combater a indiferença, porque para além da ameaça universal estas guerras e outras provocam milhões de mortos e muitos mais milhões de refugiados cerca de 60 milhões em todo o Mundo.

Nesta tragédia Universal um dos factos mais graves é a geral indiferença, desinteresse, ignorância e insensibilidade do cidadão comum quanto  a esta realidade, que legitima, a   ainda,  mais grave indiferença e a cumplicidade dos governos. E, mesmo, egocentricamente, devíamos estar maia atentos, como viajamos, mas não só, aqui ou além, podemos cair nas malhas da morte destas guerras, logo... coisas....

Sublinhei a responsabilidade de todos exigirmos ao governo Português que cumpra a Constituição, lutando, empenhadamente, não só para que não apliquem a Portugal sanções TERRORISTAS, mas também para que se lute contra este terror Universal - O TERRORISMO- contudo, se a Europa e a Alemanha praticarem terrorismo financeiro contra países europeus como Portugal ,Espanha, Grécia etc... e não se entender quanto aos refugiados abre caminhos maiores e perigosos para o aumento do terrorismo internacional e a derrota da democracia:

EIA:

Ou acordamos e lutamos, ou podemos ser subjugados por ditaduras de TERRORISTAS ,ou FORÇAS FASCISTAS OU OUTRAS DE IGUAL CARIZ TOTALITÁRIO. LUTAR É UM IMPERATIVO CATEGÓRICO PARA A DEFESA DA LIBERDADE, mesmo mínima.
Mas pode querer-se viver em Reinação..... e tudo bem, “inté” um dia..... um dia apocalíptico..... coisas do vai ela.....

EIA!

andrade da silva

ALVORECER VAH > CONSTRUIR O FUTURO


PS:
Caro Amigos Domingos Pimenta não tinha dado pelo teu importante comentário a que respondo, agora.
 
Blogger Domingos disse...
Por ser teu amigo, não me obrigo a estar sempre de acordo contigo.
Tão-pouco, com os teus 'escritos'.
Hoje, é das vezes em que há concordância no que escreves-te,   com o meu agrado!

Um abraço,

Domingos Pimenta
7 de junho de 2016 às 19:21
Eliminar
Blogger andrade da silva

Não estás obrigado, como todos,  a mais, que não seja à tua autoconsciência e ao Imperativo Categórico de seres igual a ti mesmo, como eu.

Quanto aos  meus  escritos e ditos, obviamente, que no deserto há sempre pouca gente e vozes. e no vazio ainda menos. Plutão é pouco habitado. Coisas....

Aquele abraço
joao

1 comentário:

Luiz Basilio disse...

E' levinha a discricao sobretudo quando o reparo maior e' para o Governo Portugues,que e' parceiro de todas as patifarias da OTAN,e nao me venham com catilena disto ou daquilo,que os mentores sao a Arabia Saudita e entao a OTAN e a Mossad ficam de fora ? e,O bUSCH e o sr Blair e os Macacos que ate' agora se governaram e desgovernaram Portugal e humilharam igualmente os Cidadaos nao sao pedidos nem achados.
A " nossa midia " fartou-se de ladrar contando as glorias do Daesch e os Russos entraram forte e feio como nos tempos da saudosa Uniao Sovietica e os Malfeitores calaram-se todos na tentativa de tambem combaterem os Terroristas ... ( ?? ) em Cobain as Milicias Kurdas derrotaram o Daesch e fizeram milhares de prisioneiros e seus oficiais eram da OTAN e da Mossad e e' do dominio publico que as Tropas da Otan em solo Sirio ajudam somente o Daesch.A aviacao dos States e da Otan somente destruiram posicoes do exercito Sirio na va posicao de afastar o Presidente Assad amigo do seu povo e ajudado pela Federacao Russa.
No Afeganistao os Valentes Mariners dos States com os servos da Otan estao a fazer aq guerra e a tomar conta do opio desde 2003.E' do conhecimento geral.
E,tambem devia ser do conhecimento geral que os cidadadaos que nao se querem identificar com os CRIMES DA NATO/OTAN deviam contesta-la.