domingo, 9 de outubro de 2016

SÍRIA QUE ACONTECE, QUE ACONTECERÁ?



E, ENTÂO, O QUE ACONTECE?

Lendo os factos nas suas 2º leituras- que aconteceu e acontece.?

Sim, o crime inicial todos o conhecemos, mas Hussein, Kadafi, Assad nada têm a ver com   estas desgraças?

E como se trata o nosso Barroso, e como se trata a informação e a verdade, e como tratou por cá, tanto bem pensante a chamada primavera árabe, saudada com acampamentos nos Restauradores e em Espanha, onde, logo de seguida o PP ganha as eleições?

E, voltando ao Iraque, a invasão do Kwait não é a luz verde, o pretexto, para os EUA vampirescamente caírem sobre aquelas Terras ?- ( http://www.infoescola.com/historia/guerra-do-golfo/ ) e depois o gangsterismo impune de Bush, Blair, Aznar e Barroso e que acontece a estes senhores, mesmo ao português, em Portugal?

O cartaz é redundante, mas não resolve a questão , não esclarece nada, a não ser que os EUA, desde há muito , estão interessados em destruir todos os estados naquela região para terem acesso directo, através dos seus aliados, sobretudo, da Arábia Saudita às reservas energéticas etc.

Mas este combate contra os EUA e a Rússia poderá naqueles países ser travado com sucesso com o Hussein ou Cadafis ou Assad? Não creio, e foi o que se viu., e, muito menos, com o actual desconcerto dos 193 países da ONU. Mas talvez, agora, possam alguns mais clarividentes fazerem chegar a sua mensagem ao novo Secretário Geral da ONU para mobilizar não os 193 países, mas seguramente mais de uma centena, para mudarem aquela antecâmara da morte da ONU., ou, então, venha para casa, como o seu antecessor Trygve , norueguês, que considerando aquela missão impossível a entregou a Dag que morreu no seu posto com a queda do avião que o transportava , ao que se julga por abate... coisas.

Todavia, a 1º leitura altamente condicionada da imagem exige mais profundidade de análise, no sentido de que apoio dar em muitos lugares do mundo, como, por exemplo, em Angola, etc, para que nunca as situações de más políticas descambem em guerras civis, que só não existe em Angola por falta de apoios 3º, e quiçá, porque ainda interessa aos Estados Unidos, para além de Portugal ,que se mantenha aquele estado violador de todos os direitos humanos, mas que coloca Angola na órbita dos interesses americanos, portuguese etc.

Liderar é prever o Futuro, e prover o presente dos meios que evitem as Catástrofes, o resto, falar dos passados é importante, mas é História....

E completando o cartaz, naturalmente, que se a Rússia não estivesse na Síria ,o resultado seria a repetição do caos líbio ou iraquiano e o enforcamento ou assassínio de Assad, estando lá a Rússia é o que se vê caos e morte de milhares de civis ... inté... logo.....??????

andrade da silva

2 comentários:

João José Horta Nobre disse...

É à judiaria internacional que interessa a destruição da Síria:

http://historiamaximus.blogspot.pt/2016/10/e-judiairia-internacional-que-interessa.html

andrade da silva disse...

Joao jose
Bem-haja pelo seu contributo
asilva