terça-feira, 17 de agosto de 2010

URGENTE


Á Sandra, minha filha


Princesa da areia

percorrem o deserto

dois rios

teus olhos d’água

As áridas montanhas

sentem frio

à colheita de mosto

em tuas lágrimas.

O véu leve

diáfano e azul

envolve-te a figura

d’oiro escuro

princesa da areia

que é o sul

palácio em portas do futuro.


Marilia Gonçalves

1 comentário:

Pierrot le Fou disse...

Uma filha, um filho...
Haverá melhor na existência?
Muitos filhos tem o mundo.
Todos os que vivem são filhos.
Nada como os pais para nos relembrar tal "estatuto".
Bj

Pierrot le fou