sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

MORALIDADE E ÉTICA DOS DONOS DO MUNDO ?!.... E DOS OUTROS?



 A propósito  da discussão piedosa na Assembleia da República sobre a ética  ou falta dela, do Sr. Jerónimo Martins, quando decidiu ir pôr o seu dinheirinho na Holanda e antes dele a ZON, a PT, etc.,  é mesmo de dizer que triste espectáculo de gente sem coragem, como, também, o tal grito de boicote é uma tonteira. 

Se não fossemos  a lado nenhum, propriedade  destes andeiros, teríamos de comer  nas cidades pedras,  comunicar por pombos e andar a pé etc. etc. .

Pessoalmente concordo com o  regresso ao Portugal bucólico, dos romances de faca e alguidar, desde que, possa amar e ser amante sem restrições, como nas sociedades tribais, agrafas, apesar, da  esperança de vida ser de quarenta anos – amar muito e comer pouco mata precocemente.

 Mas quantos têm esta perspectiva civilizacional do ” Bom Selvagem” de Rousseau, perspectiva que até já morreu em África?

Todavia, quanto a esta gente, os donos do dinheiro, dos governos e das pessoas, falar de ética e país, para quê?

 O país desta gente chama-se muito, muitíssimo, dinheiro, não sabem o que é  isso de moralidade, e só os SUCESSIVOS governos fracos perante esta gente e a corrupção, permitem todo este estado de coisas em Portugal, na Europa, nos EUA e um pouco pior na China e na Coreia do Norte, mas para lá caminhamos. O país está a transformar-se num campo de refugiados  para milhões de portugueses.

Seja como for, é confrangedora a imensa distracção dos políticos portugueses e, mais grave ainda, porque António Seguro diz que já tinha previsto estas deslocalizações.  Mas terá proposto legislação para evitar estas situações? E é de perguntar, ainda, se já tinha chegado a essas conclusões  antes, quando era governo o PS, ou só  chegou agora? Se foi antes, porque não fez o PS o que devia, se foi agora, porque tão tardiamente  viu o que já vem a acontecer há mais tempo, ou porque não têm os políticos nenhuma capacidade de antevisão, e vão sempre atrás dos acontecimentos, e sempre tarde, e quando já estão na oposição e são minoritários?

Porquê?

Haverá algum sentido ético no capitalismo selvagem, e nos governantes, deputados, dirigentes sociais e empresariais, e cidadãos, em geral,  que alimentam  ou se alimentam de todo este sistema corrupto?

andrade da silva


PS: Sendo dia de Reis, quanta falta nos faz um  D. João II, até para explicar aos Portugueses e à Europa,o que poderá ser a geo-estratégia da China, desde há uma década.


3 comentários:

Belos e Malditos disse...

de acordo, o apelo ao boicote ao Pingo Doce é completa tonteira, até porque teríamos de boicotar metade de Portugal, a começar pelas férias na Madeira, esse jardim onde reina o reizinho Jardim, e nós, potugueses de 2ª a pagar os desnortes do dito senhor.

ética? que ética? ainda se pode falar em ética?

a corrupção é a unica safa para os corruptos,e, sendo tantos, digamos que portugal além da gente corrupta, resta-lhes os pobres e a pobreza, mais um anito e tudo se afundará de vez.

não vejo saída.

Belos e Malditos disse...

portugueses :)

andrade da silva disse...

Belos e Malditos

Vai haver saída: Liberdade/ Democracia ou Ditadura/ Escravização/ Chinisação.

Da minha parte faço o que posso pela 1º alternativa, mas... o afundamento do barco é o mais provável até porque uns, muitos já são escravos e outros consideram-se livres,mas da liberdade tem um conceito muito parcelar - a sua liberdade, e olham muito mais para o passado, mitos do passado, do que para o Futuro, e outros ainda embandeiraram em arco com o seu ruído, esquecendo-se somente uns 9 milhões e tal de outros cidadãos que não serão figurantes numa mudança progressista. enfim...

Sem comportamento ético restará governarem em DITADURA
asilva